Concurso DPE PR Defensor: FUNDATEC é a banca; edital iminente

Concurso DPE PR Defensor: FUNDATEC é a banca; edital iminente

A Fundatec, banca responsável pela organização do Concurso DPE PR Defensor, teve o extrato de contrato publicado. Agora, a publicação do edital é iminente!

De acordo com a autorização do certame, publicada em agosto de 2023, será ofertada uma vaga imediata, mais formação de cadastro reserva, para o cargo de Defensor.

Vale lembrar que o regulamento do concurso já está divulgado. De acordo com o documento, as provas ocorrerão na cidade de Curitiba, sede da DPE PR.

    • Concurso DPE PR Defensor
    • Status: banca definida
    • Banca: Fundatec
    • Vagas: 1 + CR
    • Salário inicial: R$ 16.587,80 (de acordo com o último edital)
    • Último Edital: Edital DPR PR 2022

    Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em concursos em todo o país.

    Confira os detalhes do último edital e comece a sua preparação:

    Concurso DPE PR Defensor: Situação atual

    Um novo concurso para o cargo de Defensor foi autorizado, tem comissão e banca organizadoras definidas e regulamento publicado. Será ofertada uma vaga imediata mais formação de cadastro reserva para o cargo.

    Carreira de Defensor Público do Paraná

    Cargos e Vagas

    Classe Vagas
    Defensor Público Substituto 1 + CR

    Salários e Benefícios

    Classe Vencimento
    Defensor Público Substituto R$ 16.587,80 (último edital 2022)
    Tabela de remuneração

    O Defensor Público Substituto também faz jus ao recebimento de auxílio alimentação de R$ 930,61; auxílio-transporte de R$ 396,00 e auxílio saúde em valor entre R$ 254,58 e R$ 1.419,23 conforme faixa etária.

    Requisitos

    Para participar do concurso é necessário ser bacharel em Direito, possuir registro na OAB e contar com três anos completos de prática profissional na área jurídica.

    Prática jurídica

    De acordo com o regulamento do concurso, são aceitas para a comprovação da prática profissional as seguintes atividades:

    • Advocacia, inclusive voluntária, nos termos dos artigos 1º e 3º, ambos da Lei Federal nº 8.906/94, e dos artigos 28 e 29 do Regulamento Geral do Estatuto de Advocacia;
    • Defensoria Pública, Ministério Público ou Magistratura, na qualidade de membro;
    • Cargos, empregos ou funções exclusivas de Bacharel em Direito; cargos, empregos ou funções, inclusive de magistério superior público ou privado, que exijam a utilização de conhecimento jurídico;
    • Demais atividades jurídicas devidamente comprovadas, após o bacharelado, cabendo à Comissão, em decisão fundamentada, analisar a validade dos documentos comprobatórios.

    Reestruturação da Carreira

    O Governador do Paraná, Ratinho Júnior, sancionou em 28 de novembro a Lei Complementar 218/2019, que introduziu importantes alterações na Lei Orgânica da Defensoria Pública do Estado.

    O texto, publicado no Diário Oficial do Paraná, reestruturou a carreira de Defensor Público, agora dividida em cinco classes. A tabela de subsídio dos defensores também foi reajustada, adequando-se à nova estrutura da carreira.

    A LC 218/2019 modifica e insere dispositivos na Lei Orgânica da DPE PR (LC 136/2011). Dentre as mudanças, destaca-se a nova tabela de subsídio e a reestruturação das classes da carreira de Defensor Público do Estado.

    Às três categorias previstas no texto original da LC 136 foram acrescidos os cargos de Defensor Público Substituto, que passa ser a classe inicial, e Defensor Público de Classe Especial, que substitui a Primeira Categoria no topo da carreira. Clique aqui para acessar a íntegra do texto.

    Confira o comparativo:

    Redação original da LC 136Redação alterada pela LC 218
    Defensor Público Substituto: 160 cargos
    Defensor Público de 3ª Categoria: 333 cargos.Defensor Público de 3ª Categoria: 115 cargos.
    Defensor Público de 2ª Categoria: 166 cargos.Defensor Público de 2ª Categoria: 105 cargos
    Defensor Público de 1ª Categoria: 83 cargos.Defensor Público de 1ª Categoria: 110 cargos.
    Defensor Público de Classe Especial: 92 cargos
    Tabela de cargos

    De acordo com a nova lei, os Defensores Públicos que atualmente se encontrem na 3ª e 2ª categorias permanecem enquadrados nessas classes, enquanto que os ocupantes dos cargos de Defensor Público de 1ª Categoria progredirão automaticamente à Classe Especial.

    Último concurso DPE PR Defensor 2022

    O último certame teve edital publicado em 2022 e ofertou 4 vagas mais formação de cadastro reserva, com remuneração inicial de R$ 16.587,80.

    Etapas do último concurso

    1. Prova objetiva (eliminatória e classificatória)
    2. Provas discursivas (eliminatórias e classificatórias)
    3. Prova oral (eliminatória e classificatória)
    4. Avaliação de Títulos (classificatória)

    Prova objetiva

    A Prova Objetiva será aplicada na data provável de 20 de março de 2022, em horário e local a serem informados.

    Esta etapa consistirá na resolução de 100 questões objetivas de múltipla escolha, valendo1 ponto cada, com cinco alternativas cada uma, distribuídas entre 4 grupos de disciplinas.

    GRUPO AGRUPO BGRUPO CGRUPO D
    Direito ConstitucionalDireito PenalDireito CivilDireito Administrativo
    Direito da Criança e do AdolescenteCriminologiaDireito Processual CivilPrincípios e Atribuições Institucionais da Defensoria Pública do Estado do Paran
    Direitos HumanosDireito Processual PenalDireitos Difusos e ColetivosFilosofia do Direito
     Execução PenalDireito do ConsumidorSociologia Jurídica
    28 questões28 questões28 questões16 questões
    Tabela de disciplinas e questões

    Para ser aprovado nesta etapa é necessário alcançar 25% dos pontos em cada grupo de disciplinas e 60% do total da prova.

    A Prova Objetiva terá 5 horas de duração. Serão convocados os candidatos estejam mais bem classificados até a 400ª posição, considerando-se todos os candidatos empatados nessa posição.

    Em relação às vagas reservadas aos candidatos com deficiência e afrodescendentes serão considerados habilitados os que estejam mais bem classificados até a 100ª posição, no caso das pessoas com deficiência, e 200ª posição, no caso de afrodescendentes, considerando-se todos os candidatos empatados nas referidas posições.

    Banca Examinadora

    A banca examinadora é a responsável por elaborar a prova oral do concurso DPE PR. Confira abaixo os integrantes das bancas examinadoras que estavam definidos:

    Grupo A

    • Defensora Pública – Olenka Lins e Silva Martins Rocha
    • Defensor Público – Henrique de Almeida Freire Gonçalves
    • Defensor Público – Vinicius Santos de Santana – Suplente

    Grupo B

    • Defensor Público- Rodolpho Mussel de Macedo
    • Defensor Público – Júlio César Salem Duialibe Filho
    • Defensor Público – Vitor Eduardo Tavares de Oliveira – Suplente
    • Defensor Público – Mauricio Faria Junior – Suplente

    Grupo C

    • Defensor Público – João Victor Rozatti Longhi
    • Defensor Público – Tiago Bertão de Moraes
    • Defensor Público – Luis Gustavo Fagundes Purgato – Suplente

    Grupo D

    • Defensor Público – Matheus Cavalcanti Munhoz
    • Defensor Público- Nicholas Moura e Silva
    • Defenso Público – Fernando Redede Rodrigues – Suplente

    Os quatro grupos serão supervisionados pela Presidência da Banca Examinadora que será exercida pelo Defensor Público-Geral.

    Prova discursiva

    Esta etapa do concurso consistirá na resolução de uma prova discursiva composta por 2 Peças Judiciais e 4 questões discursivas. Ela terá 6 horas de duração.

    As peças judiciais versarão, respectivamente, sobre os conteúdos dos programas de Direito Processual Civil e Direito Processual Penal. Já as questões cobrarão conteúdos de cada grupo de disciplinas.

    GRUPODISCIPLINANÚMERO DE QUESTÕES
     Direito Processual Civil1 Peça Judicial
     Direito Processual Penal1 Peça Judicial
    ADireito Processual Civil1 Questão
    BDireito Penal e Criminologia/ Direito Processual Penal e Execução Penal 1 Ques1 Questão
    CDireito Civil/ Direito Processual Civil/ Direitos Difusos e Coletivos/ Direito do Consumidor1 Questão
    DDireito Administrativo/ Princípios e Atribuições Institucionais da Defensoria Pública do Estado do Paraná/ Filosofia do Direito e Sociologia Jurídica1 Questão
    Tabela de questões e disciplinas

    As Peças Processuais terão base em problemas envolvendo, no que diz respeito ao aspecto material, quaisquer temas
    relativos às demais disciplinas constantes da mesma prova. A Prova Dissertativa será avaliada na escala de 0 a 100 pontos. Cada peça processual valerá 25,0 pontos e, cada questão discursiva valerá 12,5 pontos.

    Durante a realização da Prova Dissertativa, somente será permitida consulta a texto legal, sem anotações ou comentários.

    Para ser aprovado nesta etapa é necessário alcançar 25% dos pontos atribuídos à cada peça processual e 25% do total das questões, além de, cumulativamente, 60% do total da prova. Serão convocados os candidatos que estejam mais bem classificados até a 100ª posição (soma das duas fases), considerando-se todos os candidatos empatados nessa posição.

    Em relação às vagas reservadas aos candidatos com deficiência e afrodescendentes serão considerados que estejam mais bem classificados, no certame, até a 25ª posição, no caso das pessoas com deficiência, e 50ªposição, no caso de afrodescendentes, considerando todos os candidatos aprovados nessa posição.

    Prova oral

    A prova consistirá na arguição dos candidatos em sessão pública sobre temas do programa do concurso.

    Os examinadores de cada grupo atribuirão uma nota de 0 a 25 pontos, totalizando assim 100 pontos. Para ser aprovado é necessário alcançar 25% dos pontos por grupo de disciplina e 60% no total da prova.

    Cada membro da banca examinadora disporá de até 10 minutos para arguição do candidato, atribuindo-lhe nota de 0 a 25 pontos. O candidato poderá ser reinquirido em todas as questões, por quaisquer dos membros da
    banca examinadora, pelo prazo de até 10 minutos.

    Durante a execução da prova oral, o candidato não poderá realizar nenhum tipo de consulta. Um examinador de cada Grupo atribuirá, ao final da arguição, sigilosamente, uma nota, de 0 a 25, totalizando 100 para cada candidato.

    Os examinadores de cada grupo atribuirão uma nota de 0 a 25 pontos, totalizando assim 100 pontos. Para ser aprovado é necessário alcançar 25% dos pontos por grupo de disciplina e, cumulativamente, 60% no total da prova.

    Avaliação de Títulos

    Somente serão computáveis os seguintes títulos, limitados ao cômputo máximo de 20 pontos:

    a) Diploma, devidamente registrado, ou certificado/declaração de conclusão de curso de Pós Graduação “stricto sensu”, em nível de Doutorado em Direito, acompanhado do Histórico Escolar – 15 pontos por diploma;

    b) Diploma, devidamente registrado, ou certificado/declaração de conclusão de curso de Pós Graduação “stricto sensu”, em nível de Mestrado em Direito, acompanhado do Histórico Escolar – 10 pontos por diploma;

    c) Certificado de conclusão de curso de Pós-Graduação “lato sensu”, em nível de especialização na área jurídica, com carga horária mínima de 360 horas, acompanhado do Histórico Escolar no qual constem disciplinas cursadas e respectiva carga horária – 04 pontos por diploma;

    d) obra jurídica editada de autoria exclusiva do candidato, coautoria, ou capítulos de obras jurídicas com registro no ISBN – 04 pontos por obra exclusiva e 2 pontos por obra em coautoria, incluindo capítulos em obras jurídicas;

    e) publicação de obras ou artigos em revistas, boletins, periódicos e sítios da internet com notório reconhecimento acadêmico-profissional, de obras intelectuais de conteúdo jurídico ou com afinidade com os princípios e as atribuições institucionais da Defensoria Pública do Estado, com registro no ISSN – 01 ponto por publicação até o máximo de 04 pontos;

    f) exercício de estágio como estudante de Direito em Defensorias Públicas dos Estados e da União – 02 pontos por ano até o máximo de 04 pontos;

    g) aprovação em Concursos Públicos de Defensoria – 02 pontos por aprovação até o máximo de 06 pontos;

    h) atuação como membro de Defensoria Pública em outros Estados – 02 pontos por ano até o máximo de 10 pontos; i) atuação como membro do Ministério Público ou da Magistratura – 01 ponto por ano até o máximo de 5 pontos.

    Quer saber tudo sobre concursos previstos?
    Confira nossos artigos!

    Cursos DPE PR Defensor

    Gostou desta oportunidade e deseja começar se preparar agora mesmo? Então, confira os nossos cursos e comece a estudar para o concurso DPE PR Defensor:

    A Judicialização do Direito à Saúde

    Assinatura Jurídica

    Conheça os planos

    concursos defensorias

    Assinatura de Defensorias

    Conheça os planos

    Prepare-se com o melhor material e com quem mais aprova em Concursos Públicos em todo o país.

    Whatsapp ECJ: Clique na sua carreira e PARTICIPE!

    Com o Whatsapp ECJ vamos transformar a maneira como os estudantes se preparam para os concursos públicos do momento e do futuro. Esta plataforma não apenas oferece suporte para tirar dúvidas cruciais, mas também fornece dicas valiosas para alcançar o sucesso nas provas, abrangendo todas as áreas da carreira jurídica.

    Informações do novo concurso DPE PR Defensor

    Datas: a definir
    Vagas: 1 + CR
    Lotação: Paraná
    Banca: FUNDATEC
    Escolaridade: Nível Superior em Direito + 3 anos de prática jurídica

    ♦Informações do último concurso DPE PR Defensor

    Datas: 20/03/2022
    Vagas: 4 + CR
    Lotação: Paraná
    Banca: Instituto AOCP
    Escolaridade: Nível Superior em Direito + 3 anos de prática jurídica
    Últimos editai: Edital DPR PR 2016 / Edital DPR PR 2022

    0 Shares:
    Você pode gostar também